sábado, 19 de outubro de 2019

Haikyuu!! To the Top: os Corvos voarão outra vez

Esta é nossa singela introdução a Haikyuu.

Como Haikyuu!! é um anime super aguardado na temporada de janeiro do ano que vem, principalmente pelos adoradores de animes de esportes — assim como eu, nada mais natural que escrever algo que ajude outras pessoas a contemplar a obra da maneira que ela merece. Não vou dizer que é obrigatório assistir, afinal, assiste quem quiser, e espero que ninguém se sinta coagido com por este texto singelo.

Olha eles chegando aí pra nova temporada.

Eu mesma, antes de assistir, meu nariz torcia demais com tanta gente falando dele (e por ser mais um anime saído de um mangá da Shounen Jump, que na época me dava repulsa, mas hoje eu aceito melhor), e naquela época eu não gostava tanto assim de animes de esporte.

Haikyuu!! é um anime que representa o que há mais de moderno nas regras do vôlei atual, e digo isso porque tem animes com o mesmo teor e bem antigos, que infelizmente não vi nenhum (em um texto desses eu preciso ser sincera), como Attack nº 1, primeiro anime de vôlei já televisionado.

Apesar de tanto preconceito no início, o primeiro episódio de Haikyuu!! já me conquistou. Comecei a assistir à primeira temporada quando a segunda ainda estava passando, então me surpreendi quando cheguei no episódio que estava lançando na época. E como eu sou uma pessoa muito correta quando o negócio é anime de esportes, me dei o trabalho de maratonar a maior parte da série no trabalho.

Claro que não foi a coisa mais correta a se fazer em assuntos laborais, porém achei correto para manter o anime em dia, porque, né, quem acredita, sempre alcança. Mas vamos deixar de papo furado e vamos ao que interessa: Haikyuu!! em si.

O protagonista, Hinata Shouyou, fica totalmente entusiasmado com o fato de alguém tão pequeno ser um astro do vôlei. Logo ele, que pensava que altura era algo que o faria desistir do sonho de jogar em quadra. Claro que metade de seu sonho pode ter sido destruído por Kageyama Tobio no ensino fundamental, porém Hinata se manteve obstinado e Kageyama se tornou o seu rival, mas…

Hinata e Kageyama.

Olha só! No mesmo colégio que Hinata foi, Kageyama também se matriculou, e ambos estão no time de vôlei. O nome da instituição de ensino é Karasuno, e nada mais justo que chamar os jogadores de “corvos” (Karasu). E o fato de Hinata ter ido para este lugar não tem a ver somente com derrotar o Kageyama – já que pensou que Tobio iria para outro colégio, mas também porque o astro do vôlei “Pequeno Gigante” também já estudou lá.

Acontece que, como em muitos animes de esporte por aí, o time do Karasuno não está tão forte como antigamente, porém esse fato vai mudando aos poucos com a vivência entre Hinata e Kageyama, que no início eram que nem gato e rato, mas depois percebem que isso não leva a nada e resolvem aceitar que é a única opção.

Uma coisa que posso afirmar com toda a certeza é que maratonar este anime não dá a mesma sensação que assistir semana após semana. Isso porque eu vi todos os episódios da primeira temporada em dois ou três dias, quase fiz a mesma coisa com a segunda (consegui acompanhar o final esperando um por semana) e na terceira assisti corretamente, no dia em que lançava em inglês.

Eu senti uma diferença da terceira das outras duas, pois a primeira além de ensinar o básico do vôlei para quem tem interesse em saber as regras e tudo o mais, os jogos são bem interessantes, inclusive na segunda o entusiasmo continua, porém a terceira é que me deixou ainda mais entusiasmada com tudo aquilo que Haikyuu!! pode oferecer, principalmente porque toda a ansiedade ficava acumulada durante o resto da semana. Isso era muito interessante, pois me fazia ter curiosidade com o final.

Suar, vibrar, gritar (só um pouco, porque eu via à noite e complicava) viraram coisas comuns quando a terceira temporada estava sendo lançada na temporada de outono (primavera aqui no Brasil) de 2016, totalizando os 10 episódios mais tensos da minha vida.

E agora anunciaram a quarta temporada, que será lançada na temporada de inverno (verão) do ano que vem. Alguns apressadinhos de plantão pensaram que lançaria na temporada de primavera deste ano, porém infelizmente nem tudo é exatamente como a gente quer. A empolgação continua e nunca me senti tão animada com tantas temporadas assim de anime (exceto Chihayafuru, mas o texto não é sobre ele, não é mesmo?).

Eu gostaria de agradecer a oportunidade de fazer este texto, e espero que gostem dele.

Imagem de destaque: Zerochan.

Tamao-chan é biomédica otaku que escreve em blogs e assiste a animes para se distrair desse mundo que nos ronda.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: