O site oficial do anime Adachi to Shimamura, adaptação da light novel homônima de Hitoma Iruma, publicou na segunda-feira, 31, um novo vídeo promocional e um novo pôster para a adaptação. O vídeo contém uma prévia da música de abertura “Kimi ni Aeta hi”, cantada pelas dubladoras Akari Kitou e Miku Itou, e da música de encerramento “Kimi no Tonari de”, cantada por Akari Kitou, além de anunciar a data oficial de lançamento no japão: 8 de outubro.

O site também listou mais membros da produção do anime, incluindo:

  • Direção de Arte: Masami Saito
  • Diretor de Composição e Fotografia: Tsuyoshi Shimura
  • Edição: Wataru Uchida
  • Direção de som: Satoshi Motoyama
  • Música: Natsumi Tabuchi, Hanae Nakamura, Miki Sakurau
  • Produção Musical: Nichion

As dubladoras do anime são:

  • Kitou Akari como Adachi
  • Itou Miku como Shimamura
  • Numakura Manami como Hino
  • Ueda Reina como Nagafuji
  • Saeki Iori como Yashiro Chikama
Novo pôster do anime

O anime está sendo feito pelo estúdio Tezuka Productions, sob a direção de Satoshi Kubawara (Dagashi Kashi 2, 5-toubun no Hanayome, Shoukan Shoujo no Dorei Majutsu Ω), Kenchirou Ouchi (5-toubun no Hanayome, Hinamatsuri, Oregairu Kan) está encarregado do roteiro e Shizue Kaneko (Kanojo wa Flag wo Oraretara, Lost Song, Shoukan Shoujo no Dorei Majutsu Ω) está encarregada do design dos personagens.

Adachi e Shimamura, duas adolescentes que frequentam o mesmo colégio, são amigas inseparáveis. Seja jogando ping-pong, conversando sobre programas de TV ou somente relaxando juntas, elas ficam felizes ao compartilhar os dias uma com a outra. Mas quando a amizade de Adachi se torna amor, o relacionamento entre as duas começa a mudar, um dia de cada vez.

A light novel escrita por Iruma estreou na revista Dengeki Bunko em 2013, com ilustrações pelo artista Non. Uma adaptação para mangá em três volumes foi feita entre 2016 e 2017 pelo artista Mani, no site Gangan Online. Uma nova adaptação do mangá está sendo lançada por Moke Yuzuhara na revista mensal Dengeki Daioh, da Kadokawa, desde maio de 2019.