quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

[EDITORIAL] Com vocês, o AniNerd

O AniNerd é o projeto que tenho há muitos anos, especificamente desde que saí do meu último trabalho, lá em 2016, e vi tudo que eu tinha colocado esforço por anos ficar inacabado e, ao longo do tempo que se passou em seguida, esquecido. O trabalho duro de muitos anos tinha sido interrompido, muitas ideias boas ficaram sem ser desenvolvidas ou seguiram um rumo diferente e inferior ao original. O AniNerd veio dessa minha vontade pessoal (e também egoísta) de terminar esse trabalho e de salvar essas ideias.

Então meus amigos, tanto os colegas do antigo trabalho quanto outros que fiz pelo caminho, questionaram essa decisão. A gente precisa mesmo de mais um site de notícias de anime? Você precisa mesmo fazer isso? Sem conseguir responder, eu fui começando a construir esse projeto.

Registrei domínio, paguei host, aprendi na marra a fazer sites. Mas você precisa mesmo fazer tudo isso? Migrei de hospedagem compartilhada para servidor próprio, aprendi administração de servidores linux, aprendi o básico de ubuntu, html, css, php, javascript. Mas… precisa mesmo? Chamei uns amigos, convoquei gente nova, fiz um guia de estilo e redação, treinei o pessoal. Mas tanto trabalho pra quê? E foi ao ar. Do jeito que deu, amador mesmo.

O site ficou vários meses em modo construção, e depois ficou pouco mais de um ano com conteúdo. Estava andando, mas não estava bom. Nenhuma das ideias originais que motivaram o nascimento desse projeto tinha sido colocada em prática ainda. Estava tudo “nas coxas”. Mas estava no ar. Até que, numa atualização de sistema no servidor, foi tudo perdido. Num descuido meu. Por puro amadorismo meu.

E, de novo, vieram à tona aquela questão e suas variantes que, na verdade, nunca pararam de ser feitas: a gente precisa mesmo de mais um site de notícias de anime? Eu preciso mesmo ter todo esse trabalho mexendo com áreas que eu não domino só para ter esse site? Não é mais fácil eu entrar numa equipe já formada ou pegar modelos pré-feitos?

As respostas para todas essas perguntas eu já sabia. Na realidade, eu sempre soube. E, de novo, ignorei tudo. Ignorei o bom senso e coloquei as mãos na massa. Sem pensar muito, só fui fazendo as coisas de novo. Se vou me arrepender? Eu não sei, provavelmente sim, mas eu assisti à animes demais para deixar que isso fosse um problema.

E por falar em animes, o momento otaku no Brasil de hoje, esse segundo semestre de 2020, está muito favorável, cheio de novidades e coisas legais acontecendo. Tem muito mangá legal saindo, muito anime bom chegando de forma legalizada. Em adição, os animes estão mais populares: mais gente falando e gostando publicamente disso, sem a vergonha de antes. É um momento legal demais e, por mais que o projeto AniNerd do jeito que eu idealizei seja utópico, eu quero que ele faça parte desse momento. Porque eu amo animes. Porque os meus amigos, redatores e colaboradores que estão comigo desde o começo (e sabendo que não era uma ideia das mais espertas) também amam animes. Porque tem muita coisa que só nós, o grupo AniNerd, podemos falar para vocês, fazer por vocês.

Essa é a única motivação clara que segura esse projeto. Um mero sonho, quase que um capricho. Mas não está fazendo mal a ninguém, não é?! Então vamos continuar.

Um layout novo com modo noturno sai nos próximos meses, talvez ainda em 2020, mas enquanto isso, seguimos com este. O servidor está 100% configurado e não deve mais dar trabalho nos próximos anos. Para a próxima temporada (outono de 2020) já estamos trabalhando num Guia da Temporada, Semana de Prévias e outras coisas legais. Vamos fazer podcasts e vídeos para o YouTube também, e já adiantamos que muito do que estava planejado lá nos confins de 2016 vai sair agora. Antes tarde, é o que dizem.

E você, que está aqui lendo, o que você espera de um site de animes? Quer notícias? Quer indicações? Quer interagir com pessoas que, assim como você, ama animes? Então eu te convido: vem com a gente, porque estamos apenas começando. E todo mundo sabe que uma jornada é muito mais divertida quando está todo mundo junto. Foi o que aprendi nos animes. E você, o que aprendeu nos animes?

Fundadora e editora-chefe do projeto AniNerd notícias, o seu portal de notícias de anime.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: